quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Me and myself

Coisas que eu queria dizer...

- Emprego bom, daqueles que pagam bem, que você só faz o que gosta, que teu chefe te paparica e se ajoelha por você, uma pessoa talentosa e super inteligente, estar na empresa dele, só em sonho. Ainda mais em início de carreira. Então, cai na real, babe.

- Minha filha... Seja sincera consigo mesma. Olhe em volta. Os sorrisos que você dá por obrigação, o cara que você agüentou por falta de opção, a faculdade que você reza para sair, tudo isso é realmente o que você quis para sua vida? As amizades que você sai caçando, oferecendo qualquer regalo em troca de agüentar sua superficialidade, não irão te agüentar por muito tempo. E vai acontecer o que tanto seu coraçãozinho de papel crepom com glitter teme: ficar sozinha.

- Pessoas que se dizem “mente aberta” não deveriam ter preconceitos ou então ter poucos deles, ou eu tô enganada? Será que você se diz liberal e desencanado somente porque não quer que te condenem? É, porque na hora de condenar os outros... a língua é afiada.

- Querida, se ele não é fiel agora, não acredite que de uma hora pra outra vai dar um estalo no dito cujo e ele vai começar a te respeitar. Ou abandona o bofe, ou deixa de explodir de ciúmes à toa e assume a condição de corna.

- (Para o amor da querida) Tem gente que parece que tem fogo (é, lá mesmo onde você está pensando). Então, pare de se comportar como uma cadela no cio e não engana mais a pobre coitada. Ou melhor, não se engane. O que você sente por ela é amor? É? E não é o suficiente, ô matador? Se não for, já que você não tem coragem mesmo de honrar o que tem no meio das pernas e acabar com essa farsa, segura teu facho aí.


... masss como não sou lá a rainha da coragem, eu engulo meu refrigerante, faço ‘aham’ com a cabeça e sigo a vida em frente.

De Beatriz, ou de seu alterego, vai saber....

9 comentários:

Mulheres de Atenas disse...

acho que é os dois, teu e do teu alterego hahahaha
mas em algum desses itens eu me encaixo, ainda resta eu analisar melhor em qual hahaha

bjs

Carolina

Guilherme Xavier disse...

Já ouvi tudo isso, já falei tudo isso...ai que horror que sou...

Sopa das Letras disse...

Me vi muito nesse texto e muitas mulheres também se encontrarão ali, e infelizmente o final dele é quase o mesmo para todas nós, ou bem parecido, não?!
Afff...Mas levantemos a poeira, nada de sofrer ou enfiar os pés pelas mãos, pois se sabemos que somos o que somos, teremos em breve o melhor para nós, o homem dos homens, a carreira das carreiras...

Beijos e que baita texto!
Alinne.

Carioca disse...

Apaixonantes palavras...

--
http://raciocinioquebrado.blogspot.com/

sombriaelegancia2 disse...

São aquelas pequenas verdades que vez ou outra nos incomodam, mas como somos "desencanados", não queremos é admitir que "ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais", não é?

KAKA disse...

vc quer ainda um coment? precisa não bem... tá tudo aí!!! Kká.

Marcelo disse...

Mas olha.. é por aí. Viver é um eterno exercício de engolir sapos e o mais difícil é que os sapos ficam cada vez mais difíceis.
E não se iluda com as palavras, aqueles que assumem o discurso politicamente correto mais liberal são os mais tiranos...

Cuidado, a falsidade se esconde por trás dos rostos mais singelos e das vozes mais doces.

HoneyBee disse...

E digo mais!

Se quer mesmo saber, não pense que só porque trabalhamos juntos eu gosto de você. Eu te tolero. Não precisamos ter qualquer tipo de contato fora do ambiente de trabalho, seu puxa-saco!

Olha, família é mesmo um saco. Você por exemplo, é uma tia velha que adora se meter na vida dos outros, só para desgraçar quem não usufrui dessa sua falta de felicidade.

Mulheres de Atenas disse...

Antes tarde do que mais tarde...rs

Às vezes acho que a falta de franqueza é que faz o mundo estar como está... Penso que se todos falassem, talvez alguns sonhos morressem, mas, certamente, as pessoas seriam mais conscientes...

Aff!!!!

Um puxão de orelha: Carolinaaaaaaa???????? Vc ainda está em Atenas????????????

bjssss