sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

"A vida, amigo, é uma só"

Há pouco eram dez anos e eu brincava como uma doida,
aproveitando todos os segundos de dias ensolarados.

Algumas semanas passadas, na ingênua cabeça dos dez,
imaginava que nos quinze, ADULTA, já seria mulher feita,
praticamente casada.

Esses dias, lá pelos dezoito, não havia casado...

Hoje, olhei no espelho e me vi aos vinte e poucos,
embora tenha me sentido como ontem.

Ainda ontem tinha deixado a idade do alvorecer,
quando já deram a largada pro meu entardecer.


* Da saudosa Luiza.

2 comentários:

Elaine disse...

Tão interessante!
Gosto muito dos postes daqui!

Muito sensível!!:)

Um belo FDS!

Um beijo
Elaine Crespo

Mulheres de Atenas disse...

se tirar e pôr?
que brincadeirinha malandra é essa? hahaha

o tempo passa e eu q não quero estar aqui na prestação de contas.

Rosa